Planservice
Área Restrita English Português

Notícias - Sustentabilidade

Conheça quais são e como obter as certificações de sustentabilidade

21/03/2015
Construir um belo edifício com toda tecnologia possível não basta, sua edificação precisa ser sustentável. Isso significa reduzir o impacto ambiental causado pela construção e por seus resíduos, garantir a qualidade do produto, sendo confortável para o usuário final, utilizar sistemas que evitam o desperdício, garantir a utilização de mão de obra formal e o uso de materiais produzidos formalmente.
 
Com o intuito de avaliar a sustentabilidade de uma edificação, foram criados selos de certificação de sustentabilidade pelo mundo. No Brasil, os mais conhecidos são o LEED (Leadership in Energy & Environmental Design), certificado pelo Green Building Council; e o AQUA (Alta Qualidade Ambiental), certificado pela Fundação Vanzolini.
 
Tanto o LEED quanto o AQUA têm em comum a avaliação da sustentabilidade da construção, levando em consideração o impacto ao meio ambiente, conforto e saúde. O LEED foi desenvolvido nos Estados Unidos com base na experiência de construção americana e em suas normas e começou a ser implantado no Brasil em 1995. Já o AQUA se baseia no modelo francês HQE (Haute Qualité Environnementale), que prioriza o desempenho da edificação. Este foi adaptado para o Brasil em 1998 pela Fundação Vanzolini, ajustando seus critérios às legislações, regulamentos e características de construção no Brasil.
 
 
LEED
 
A certificação avalia 7 categorias de desempenho: Sustainable sites (Espaços Sustentáveis); Water efficiency (Eficiência do uso da água); Energy & atmosphere (Energia e Atmosfera); Materials & resources (Materiais e Recursos); Indoor environmental quality (Qualidade ambiental interna); Innovation in design or innovation in operations (Inovação e Processos); Regional priority credits (Créditos de Prioridade Regional).
 
O LEED permite certificar empreendimentos de acordo com sua tipologia: LEED NC (Novas construções); LEED EB (Edifícios Existentes); LEED CI (Interiores Comerciais); LEED CS (Core & Shell); LEED LS (Escolas); LEED Retail (Varejo); LEED Healthcare (unidades de saúde) e LEED ND (loteamentos, bairros e urbanismo).
 
Dentro destas categorias de desempenho e de sua tipologia, o empreendimento obterá pontos, que o enquadrarão em um dos 4 níveis de certificação: Básica, Prata, Ouro ou Platina.
 
 
AQUA
 
O AQUA avalia o empreendimento por 14 categorias de desempenho: Relação do edifício com seu entorno; Escolha integrada de produtos, sistemas e processos construtivos; Canteiro de obras com baixo impacto ambiental; Gestão de energia; Gestão de água; Gestão dos resíduos de uso e operação do edifício; Manutenção – Permanência do desempenho ambiental; Conforto hidrotérmico; Conforto acústico; Conforto visual; Conforto olfativo; Qualidade sanitária dos ambientes; Qualidade sanitária do ar; Qualidade sanitária da água.
 
O certificado é emitido por fase: Programa, Concepção (projetos), Realização (obra) e Operação. Dentro das 14 categorias, em cada uma das etapas, o empreendimento precisa alcançar, no mínimo, o nível de “Melhores Práticas” em 3 categorias, “Boas Práticas” em 4 categorias e “Base” em 7 categorias.

O ideal é conceber o empreendimento já almejando uma certificação. Porém, se o projeto está em desenvolvimento, ele pode ser adaptado para se enquadrar. É necessário avaliar todos os aspectos do empreendimento para definir qual certificação melhor se adequa a cada caso. 


Artigos Relacionados

Assine a Newsletter

Se mantenha informado via e-mail, sobre os novos artigos da Planservice

Tags

#sustentabilidade #sustentabilidadeemfoco #sustentabilidadebrasil #greenbuilding #greenbuildings #certificacao #certificacaointernacional #lead #acqua