Planservice
Área Restrita English Português

Notícias - Gerenciamento de Projetos e Obras

Como a tecnologia está revolucionando o setor da Construção

28/06/2018

Reduzir retrabalho, melhorar a comunicação entre os envolvidos na execução de uma obra, padronizar conceitos e permitir uma informação lógica, rápida e precisa! Estas são algumas das vantagens do SnagR, um aplicativo que auxilia no acompanhamento da execução das obras, gerando relatórios que podem ser compartilhados com os diversos envolvidos. Atualmente atuando em 5.000 projetos em todo o mundo, o SnagR captura, monitora e analisa dados do canteiro de obras, contando com telas de KPI (Key Performance Indicator ou indicadores de desempenho) automatizadas, que transmitem os dados em tempo real, permitindo que sejam analisados e sintetizados.

A primeira utilização no Brasil ocorreu em 2014, mas antes disso a empresa esteve no país para participar do Simpósio de Construção Sustentável em 2010. Nesta oportunidade, o CEO da empresa, Graham Henderson, manteve contatos comerciais com a companhia Astrein, atual Indata, com o objetivo de melhor conhecer o mercado da construção no Brasil, especialmente a área de tecnologia aplicada. Em 2013, a SnagR iniciou um trabalho de expansão mundial do seu produto, começando por Hong Kong e Holanda, até chegar no Brasil.

“O SnagR nasceu para ser um software de inspeção e, mais tarde, expandiu o conceito para coleta de dados em campo. Essa expansão deixou o produto ilimitado em sua aplicação. Hoje, o SnagR é majoritariamente utilizado na Construção Civil, porém já possui forte atuação nas áreas de Gerenciamento de Facilities, Construção Naval e Manufatura”, explica Ramon Gonzalez, Diretor da Astrein Engenharia.

Do início ao fim

De acordo com Gonzalez, o SnagR pode ser utilizado em todas as fases de projetos. “Temos clientes que inspecionam seus terrenos antes mesmo de haver um canteiro estabelecido. As atividades mais comuns são as inspeções de Qualidade e Segurança nas fases da Fundação ao Acabamento”, diz.

Entre as vantagens apontadas pelo diretor da Astrein Engenharia, destaca-se a possibilidade de acusar um erro na execução de um trabalho imediatamente após a ocorrência. Isso permite à Qualidade interromper o processo, corrigir e reeducar, a fim de evitar novas ocorrências. Outra vantagem é a padronização da comunicação, que aumenta a rapidez e evita possíveis equívocos. Com tudo documentado e reportado, as informações chegam a todos os envolvidos no processo com velocidade e eficiência.

“O SnagR possui no Brasil clientes que se utilizam de Fichas de Verificação de Serviços (FVSs) para inspecionar, validar e registrar a aprovação e conclusão de cada serviço. Com isso, podemos construir painéis de indicadores para acompanhar a evolução da obra”, afirma Gonzalez. Já no exterior, existe um modo em desenvolvimento, já aplicado em três construtoras: em Londres, Dubai e Hong Kong. “O projeto está em fase final de testes com previsão de liberação em breve. Esse novo sistema permitirá a importação de projetos do MS Project ou Primavera para o SnagR e possibilitará a definição do avanço de cada atividade em campo”, acrescenta.

VEJA O VIDEO DEMONSTRATIVO DA FERRAMENTA SNAGR EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE CLICANDO AQUI.

SnagR na PLANSERVICE

A PLANSERVICE utiliza o SnagR para a inspeção de Qualidade. No primeiro projeto, uma planta industrial, foram inspecionadas todas as etapas da obraEstas inspeções podem ser associadas a fotos e o geoposicionamento dos eventos nas plantas.

O segundo projeto utiliza o SnagR para inspecionar unidades residenciais antes de chamar o cliente para a visita de entrega. A PLANSERVICE recebe a unidade da Construtora e inspeciona todos os detalhes para que o cliente receba seu apartamento na primeira visita, livre de quaisquer anomalias. “O maior desafio é estabelecer a relação ideal entre a obra, a gerenciadora e o cliente final. Não há um padrão de relação para gerenciadoras.Cada uma pode possuir uma relação distinta para cada projeto, mesmo que para o mesmo cliente”, avalia Gonzalez.

Brasil x Exterior

O SnagR tem sido bem aceito na construção civil brasileira, com grande e rápida aplicação em projetos de edificações residenciais, comerciais e hotelaria. O aplicativo também vem sendo utilizado em projetos especiais como escolas, hospitais, indústrias e projetos de coletas de dados especiais.

“A principal diferença entre a adoção do software no Brasil e no exterior é o objetivo. No exterior, o objetivo é reduzir o retrabalho: detectar o problema de execução, material ou projeto logo no início. Isso é fundamental para a redução de custos e controle de prazos. No Brasil temos um foco mais forte na Entrega Perfeita – o Perfect Delivery! –, e na garantia de processos. Isso denota a maturidade que a construção civil almeja: ter os processos garantidos, registrados e monitorados”, afirma Gonzalez.


Artigos Relacionados

Assine a Newsletter

Se mantenha informado via e-mail, sobre os novos artigos da Planservice

Tags

#Gerenciamento #planejamento #planejamentodeobra #fiscalizacao #gestaodeprojetos #PMO #PMI #duedilligence #prazo #valoragregado #investimento #investimentos #investimentoimobiliario #fundosdeinvestimentos #investimentosimobiliarios #SucessoNoInvestimento #investimentoseguro #procurement #engenhariadecusto #controladoria #orcamentacaoecusto #licitacoesdeobra